sexta-feira, 28 de agosto de 2009

A alma inativa morre de tédio e cansaço


Sempre acordo bem cedo para começar os meus trabalhos, e percebo que energia do início da manhã é muito favorável para a criatividade. Abri aquele pequeno livrinho de mensagens chamado “Minutos de Sabedoria” e o que li me fez pensar:

“NÃO pare jamais de trabalhar para o bem! Cada vez que paramos nossa alma começa a fica na rigidez cadavérica. A alma inativa morre de tédio e cansaço. Não deixe que seu espírito enfraqueça na inação.Viva alegre e entusiasta e entregue todas as suas forças na plantação do bem, do amor, do carinho no coração daqueles que o cercam na vida”

Sabe por que pensei muito a respeito? Sempre que tenho algum contato religioso (e tenho muitos) penso que deveria fazer mais para minha comunidade, tenho esta vontade gigante GRITANDO dentro de mim há alguns anos, na verdade minha maior vontade, é ensinar o que eu sei de melhor (arte) para crianças carentes e talvez servir para despertar a sensibilidade delas, fazer pensar ou mesmo uma base profissional, fazer nelas o bem que fez em mim. Sempre pensei que meus cursos de pinturas e piano desde criança foram importantíssimos para definir meu futuro sentimental e profissional, com 6 anos eu já pintava no meio de um monte de velhinhas encantadoras na oficina da prefeitura da minha cidade, no interior de Santa Catarina. Meu professor era fantástico e lembro-me dos ensinamentos dele até hoje “Pintar é como viver, você precisa se concentrar em uma coisa de cada vez e pintar cada detalhe como se fosse único, jamais pense na obra como um todo senão você vai pensar que não vai dar conta de fazer aquilo tudo... e o resultado da obra é feita de bons detalhes”. Sábio Joca, sempre me lembro de você! Pensando no que a arte fez em mim não apenas na infância, mas também na adolescência sempre tive este desejo, porém tive uma vida nada instável desde meus 15 anos, vivendo de lá para cá, mudando de casa, de cidade, de estado e mesmo assim tentei colocar em pratica este projeto algumas vezes porem me deparei com pessoas ignorantes e o projeto acabava estagnado. É muito triste ver estas pessoas a frente da nossa sociedade, pois acho que existem muitas pessoas que tem este mesmo desejo como eu e não sabem “como” fazer. Juntos poderíamos fazer muito pelo nosso país. Mas esta é outra conversa...

Analisando melhor a minha vontade percebo que hoje, aos 26 anos estou muito mais apta a desenvolver este projeto do que antes (...mas ainda não consegui e a vontade cresce...cresce...cresce). É muito importante fazer o bem, porem no meu ver o bem começa em nós mesmos. E o que é fazer o bem a nós mesmos? Quando não frustramos nossos desejos, quando temos coragem em seguir a profissão que nosso coração deseja e não a que daria mais dinheiro, quando estamos ao lado de pessoas que nos dão prazer na companhia e não aturar pessoas que não tem nada haver com a gente por alguma conveniência, não estou dizendo que devemos “chutar o balde” e mandar todos para “aquele” lugar, estou falando em SE respeitar. Vou dar um exemplo: tem uma pessoa que esta presente na minha rotina e ela é uma pessoa completamente sem noção de nada, é ignorante de sentimento, definha seu cérebro rotineiramente, só pensa em roupas, shopping, salão de belezas, humilha sempre quem cruza o seu caminho, ate quando o intuito dela é ajudar ela acaba com a boa ação com a arrogancia, e no final da uma humilhadinha. Odiosa, e nem percebe o mal que faz as pessoas, simplesmente acha que abafa, vou a chamar ela de ODETE, pois pretendo tratar mais da personalidade desta pessoa aqui. Odete sempre usa a humilhação das pessoas como alavanca para se auto-promover, infelizmente ela já me fez sofrer muito (me humilhou bastante também), mas um dia pensei: nunca vou conseguir mudá-la, ela nunca vai entender que tenho outros objetivos de vida, então para que brigar?


Não freqüento a casa dela como era “obrigada” a fazer antigamente, invento uma desculpa. Quando ela aparece sempre a trato muito bem porém não dou energia a seus comentários, com isso eu me tornei uma pessoa sem graça para ela conversar. (Embora eu sempre fique sabendo que ela fala muito mal de mim, diz que minhas escolhas são burras... que nada, não fiz nenhuma escolha na vida agradar ninguém)! Percebam que eu estaria ME VIOLENTANDO em estar na companhia dela o tempo todo... porém não há necessidade em chutar o balde, nascemos para viver em sociedade, mas só aprendi isso sofrendo. (...bastante)


Se amar está em respeitar o que realmente sentimos, em mudar a nossa história, em não PERMITIR que as pessoas nos tornem infelizes, em acreditar que podemos sim ser bem sucedidos com aquilo que nosso coração diz. Acredito muito que esta é a base para fazer o bem a humanidade (não, não estou exagerando) estando felizes somos capazes de ensinar melhor, ser mais agradáveis, trazer esperança a quem não pensa como nós, nos tornamos iluminados e percebam como é fácil falar com Deus nestas circunstâncias...


Por isso o meu recado de hoje é ser FELIZ, seja feliz neste minuto. Esqueça que existem pessoas que abalam nossas estruturas emocionais, reescreva a sua história começando neste minuto. Lembre de coisas engraçadas, lembre do que deseja, planeje, tenha fé... Este é o começo para fazer o bem!

1 DEIXE SEU COMENTÁRIO CLICANDO AQUI!!!:

Anônimo disse...

Sim, provavelmente por isso e

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br